Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Enterro do Bombeiro

Violência

Tony Presley (cover) Always On My Mind

No Rock Bar

Canto Acoralado

Na Sociedade de Estudos Espiritas Esperancense

Opinião do Dia 14/08/09 do Jornal A Cidade

Os Atores Secretos estão Temerosos

Os atos secretos do Senado Federal, desvendados em parte, revelam que os príncipes da nação estão nus. Os senadores, herdeiros das benesses da monarquia, na implantação da república, estão na crista da onda da execração pública. Nunca a apropriação do Estado brasileiro esteve tão exposta. Nem mesmo no já quase esquecido episódio do Mensalão.

Na primeira eleição do presidente Lula, que medo era aquele que as elites políticas tentaram transferir para a população? Certamente não era medo de um sindicalista histórico, barbudo e rouco pelo permanente grito em defesa dos trabalhadores. Não era medo dos esquecidos comunistas, apresentados como papa-figos. O medo, a bem da verdade, era de que seus segredos mais íntimos viessem à tona.

Houve quem tentasse se aliar à tendência social-trabalhista, iniciada no governo FHC e que vem se consolidando no governo lula. Os sem história de oposição mudaram até de nome.

Se por um lado as mudanças são lentas e gradativas,…

Matar de Rir

É o cara

Opinião do Dia 12/08/09 do Jornal A Cidade

O Estado dos homens e os Homens do Estado

É de conhecimento geral que os chamados cargos de confiança são, como a própria denominação demonstra, para serem ocupados por aliados da inteira confiança dos Homens do Estado. No entanto, enquadrar um auxiliar de serviços básicos nessa condição é no mínimo tratar a população por ignorante e ignorar a opinião pública.

Podemos Ler como contratação de cabo eleitoral, ou como compra antecipada de votos, quando Homens do Estado se Afirmam no direito de nomear pessoas para ocupar o lugar de outras no serviço público básico. Eles ignoram a recomendação do Tribunal de contas para a realização de concurso público para substituição legal.

O Estado dos Homens envolvidos nesse trem da tristeza de uns e da falsa alegria de outros é de se lamentar. Por um lado, há pais e filhos de famílias que se vendem ou se deixam comprar pelos vendilhões dos palácios. Por outro lado, há pais e filhos de famílias que se deixam levar pela temporária ilusão de poder. Mas e…

Opinião do Dia 10/08/09 do Jornal A Cidade

O cavalo, a moto e o burro

Vez por outra a notícia de morte de usuários de motos ocupa o obituário dos jornais, quando não, a página policial. Vez por outra, vemos pela cidade um usuário de cavalo como meio de transporte, não raro, demonstrando evidente estado de embriaguês. Para eles, não há teste de bafômetro. Raras vezes, vemos um jumento transportando alguém. Quando o vemos na cidade, serve ao transporte de pequenas cargas.

Semana passada (primeira de agosto), uma morte, há algum tempo o popular Zezão quase perde a vida. Animais nas estradas, irracionais no lugar errado. Seus donos, nunca se sabe. Humanos na hora errada. Seus destinos, nunca se sabe.

Agricultores, financiados ou não pelo governo, substituíram a montaria por motocicletas. Mototaxistas circulam sem qualquer controle. Se a moto, hoje, é fonte de renda, os riscos aumentam em igual proporção. Assalto à mão armada, fugas alucinadas, rachas e acidentes.

Em Areal, autoridade lamenta a ação dos bandidos nas estradas vacinais…

Giro no Banabuyê

veja só