Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Novo Tempo: penúltimas palavras

Imagem
Veja uma das capas:
...e saiba o que publicamos:
Ano IV – Nº 24 – Esperança e Região – Paraíba – Brasil – Jan-96
CAPA: Podemos continuar? (Editorial pág. 2); Fotolegenda (Praça da Cultura com igreja matriz ao fundo) Nilda, em 1975 (Foto: Chico Braga); Nesta Edição: Vencedores do Concurso 70 anos de Redação; Madroeira (Pe. Ribamar).
MIOLO
Pág.2: Jornal Novo Tempo, o Nosso Jornal, Editorial; Nossa História 09 (Ano I, nº 09, Jul-Ago85); Réveillon (Pedro Brasil) poema;
Pág.3: Prêmio de Redação: Soube que em Esperança tinha índios...; Esperança 70 anos (Taiguara Rangel) Cat. 1ªa 4ª Séries; O Amanhecer do Lírio Verde da Borborema (Emanuel Vieira) Cat. 5ª a 8ª Séries; José Ramalho da Costa: Trinta anos de ausência (Vera Lucan); Curso de Natação pode não recomeçar dia 16; (Ênio Digitação, Água de Cheiro, Cultura Livraria e Papelaria, e FarmaVida);
Pág.4: TV e dignidade: “A vítima é sempre o povo mortal-jeca-feio-nada” (Glória Azevedo); Escrevendo Sobre... (José Luiz) Gênero e Educação Física (V);…

C49-107 De como o bicho-preguiça fez o caminho do burro

I- Um burro brabo se emancipou do patrão/ E na fuga fez caminho mata a dentro/ Entre árvores robustas e arbustos fez rebento/ Legando sua história à nova geração/ Seus perseguidores seguiram sua trilha/ Em ziguezague fizeram mais de milha/ E ampliaram aquela rota com razão.
II- Em respeito ao acaso e à natureza/ Caçadores mantiveram mesma rota/ Caravanas não mexeram na marmota/ Pra muita gente o vai-e-vem era beleza/ E um estrangeiro depois de muito tempo/ Notou outros caminhos em contratempo/ Rotas paralelas infindáveis de leveza.
III- Por que, então, esse estranho roteiro/ Destoando da paisagem que se vê? Por que, então, nada se viu a fazer/ Para mudar esse caminho primeiro? Os mais velhos lhe contaram a história/ Pelo que ainda guardavam na memória/ Do burro brabo que deu o tom derradeiro.
IV- Como mudar se não se quiser mudança? Como fazer se não se vê necessidade? E quem a viu, parecendo por maldade,/ Se reuniu a outras forças em aliança. O tempo passa até que vira disputa/ E tudo p…