terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Eventos | Concurso de Ala-ursas | Marquinho Pintor

2015
Recorte de um conjunto de Ala-ursas.
Tarde de domingo, dia 03, a Praça Antonio Bezerra ficou pequena para a realização da 6ª edição do tradicional concurso da São Francisco, organizado por Marquinhos Pintor, do Grupo Cultural Quero Mais, entre 16h e 18h30, apesar da planejada e anunciada prévia carnavalesca em São Miguel. Opções para as nossas escolhas.

O sol já descia ainda forte nos momentos iniciais, permitindo boas fotografias nas primeiras horas do evento. Nessa sexta edição desse concurso, 22 Ala-ursas concorreram a troféus e prêmio em dinheiro, na categoria Mirim e 08 na categoria Adulto.

Ala-onça!
No meio da Rua Antônio Bezerra, Marquinhos Pintor dava os comandos e recebia as comitivas das comunidades tradicionalmente participantes do certame: Morro do Piolho e São José (João Mendes e General Osório), além da representação da Escola de Samba Última Hora e do bairro Nova Esperança. Aos bandos, no ritmo das batucadas, atraindo e retraindo a gurizada que lotava a Praça, transformada em arquibancada para quem se apraz neste tipo de evento e para a Comissão Julgadora.

Inspirada no Minotauro
A mesa julgadora se formava com o professor Nerivan Oliveira, Naldo de Zezinho, a jovem Jéssika Ferreira, o vereador Joelmir Ribeiro (PTB) e comigo, tendo Marquinhos da Xerox como “fiscal”. Cada um de nós julgou, respectivamente, a partir dos seguintes critérios: batucada, evolução (dança), figurino, animação (reações da torcida) e originalidade, considerando ainda a presença do domador de Ala-ursa e a confecção das máscaras. Aos poucos, os brincantes não estão participando com máscaras industriais, embora possam se inspirar nelas. Uma das Ala-ursas adulta, por isso, não competiu e, apenas uma participou na categoria Mirim.

Ala-ursa Bonecão.
Por ainda não haver inscrição prévia e batismo das Ala-ursas, desconhecemos seus brincantes, o que mantém até para os jurados o mistério que envolve a brincadeira. Mas, registre-se que apenas a 3ª colocada (Mirim) foi da Comunidade São Francisco (475 pontos). Dentre as vencedoras na categoria Adulto, chamaria a 3ª colocada de “Ala onça”, pela semelhança com os felinos em máscara e figurino. A Última Hora inovou e trouxe dentre tantas Ala-ursas a fusão com o Boneco de Olinda (2º lugar) e, da General Osório, com a nota máxima em todos os critérios, numa surpreendente performance, a Ala-ursa de duas cabeças e quatro braços, em primeiro lugar, com 500 pontos, inspirada no Minotauro.

Concursos de Ala-ursas: Marriett Delon


Manhã de domingo, dia 03, a rua 05 de Agosto foi o cenário do 1º concurso de Ala-ursas organizado por Marriett Delon. Com o apoio oficial da Prefeitura Municipal de Esperança, o evento pensado para a tarde, sob a alegação de que Marquinhos Pintor, do Grupo Cultural Quero Mais, não realizaria a 6ª edição do tradicional concurso da São Francisco, acabou ocorrendo entre 10h e 13h, até porque havia a planejada e anunciada prévia carnavalesca em São Miguel.


São Pedro deu uma trégua para os brincantes que acorreram ao concurso. Apesar do sol que desceu forte nos finalmentes, esteve nublado durante as primeiras horas do evento. Nessa primeira edição desse concurso, 26 Ala-ursas concorreram a troféus e medalhas, sendo 17 na categoria Infantil e 09, na Adulto.


No palco, Marriett Delon dava os comandos e recebia a comitiva da Prefeita Interina, Cristiana Santos (PSB). A mesa julgadora se formava com Marcos Marciel da Comunidade Portal, vereadores Joelmir Ribeiro (PTB), Roberto Anísio (PSB) e esposa Adriana Coelho, do locutor Petinha Limeira e comigo. Cada dupla de nós julgou um dos três critérios: originalidade, evolução e conjunto.


Como não há inscrição prévia e denominação das Ala-ursas, registre-se a seguinte pontuação. Infantil: a 3ª colocada obteve 510 pontos, a 2ª, 520 e a vencedora somou 540 pontos. Entre os concorrentes Adultos a 3ª somou 560, a 2ª, 580 e a campeã com pequena diferença fez 585 pontos.